PALCO IBÉRICO | XIII FIMI
07.06.2018

Com um cartaz repleto de diferentes sonoridades, o Palco Ibérico voltou a encantar o público do Jardim da Praça do Império Este ano o XIII Festival Internacional Máscara Ibérica voltou a trazer a Belém a boa música e a contagiante energia, contando com a presença de quatro fantásticos grupos musicais no Palco Ibérico!

À semelhança da anterior edição, este ano o primeiro dia de música contou com dois concertos.

A abrir o cartaz, os irlandeses Bregia, que subiram ao Palco Ibérico no segundo dia do festival (18 de maio). Muitos foram os curiosos que, ouvindo as características sonoridades irlandesas, se juntaram na praça dando as boas-vindas ao grupo e arriscando em um ou outro passinho de dança, encorajado pelo som do violino, gaita irlandesa, guitarras e acordeão.

A fechar a noite Oscar Ibáñez & Tribo! Deste cedo, o concerto prometia uma viagem pela música tradicional galega, com interessantes e vibrantes solos instrumentais, que transmitiram não só a alegria contagiante desta música, como também o talento e a serena irreverência destes fantásticos músicos. Cumprindo a promessa encheram o palco, brindando-nos com uma imponente sonoridade que surpreendeu e encantou o público, convidando-o a dançar e aproveitar a noite à beira Tejo.

O sábado (dia 19 de maio), dia do desfile, ficou a cargo dos Toques do Caramulo, cuja participação no festival teve como principal patrocinador a Fundação Inatel. Em relação ao concerto propriamente dito, de destacar as fantásticas sonoridades, que como prometido apresentaram músicas novas, feitas de velhas cantigas, animando pela sua contagiante energia. Também a interação e as constantes brincadeiras entre a banda e o público conquistaram todos os presentes. Entre os vários momentos que fizeram deste concerto um dos mais divertidos do FIMI, destaca-se os cânticos harmoniosamente entoados pelo público, que contaram com a presença de alguns elementos da banda, que desceram do palco para se juntar à plateia. Sem dúvida um momento para recordar!

O dia de domingo (20 de maio) ficou entregue aos Realejo. Desde cedo o grupo conquistou a atenção e os suspiros do público. Reação mais do que esperada, ou não estivéssemos nós perante o virtuoso e talentoso Fernandinho! Acompanhado pelo resto do grupo, tocou (no seu violino) melodias que juntam a tradição e a modernidade e utilizam instrumentos tradicionais portugueses. Um fantástico fim de tarde que reuniu na praça, curiosos e alguns espectadores que “não perdem um concerto do FIMI”!

Por toda a boa energia, talento, profissionalismo e simpatia a organização do FIMI agradece às quatro bandas presentes na 13ª edição do Festival Internacional da Máscara Ibérica.

A todos, uma vez mais, o nosso sincero agradecimento. Para o ano, prometemos mais música no Palco Ibérico!

Bregia

Oscar Ibáñez & Tribo

Toques de Caramulo

Realejo

Ultimas Noticas
Evento | Arcu Atlantico 2015
Exposição | Exposição Lamego
Exposição | Exposição Miranda do Douro
Edições | Coleção "Rituais com Máscara"